SafeIn Segurança de Processo

Empresa

O Profissional

 

PerfilFormado em Engenharia Química pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul com especialização em polímeros e MBA em Inovação, realizado na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), conhecimento profundo do TPM (Total Productive Management). Experiência em departamentos de plantas industriais (produção, processo, projeto e manutenção) durante 33 anos no polo petroquímico de Triunfo, a qual foi definitiva para desenvolver o perfil atual de segurança de planta. Ganhador de cinco vezes do prêmio sul de ecologia em conjunto com Ana Paula Cascaes e Juliane Tammanini.

Especialista em segurança de processo com ênfase em Hazop pela Hooge School/DSM – Holanda. Responsável pela implantação do estudo de Hazop com filosofia SIL na unidade de Triunfo e pela implantação das malhas SIL e treinamento dos departamentos de manutenção e operação.

O Livro

Livro Hazop na Prática

Hazop e sua aplicação na prática

O foco da obra é o Hazop e sua aplicação na prática. Quando falo prática, procuro enfatizar a necessidade deste estudo realmente acontecer no dia a dia da unidade industrial, de maneira que a produção, manutenção, projetos e área de segurança saibam exatamente os riscos de segurança de processo que estão submetidos, como estão protegidos e finalmente o que devem fazer para manter o processo operando sem perda de contenção. É muito importante frisar que não adianta o gerenciamento saber onde está o perigo, enquanto que as pessoas que estão na linha de frente (operadores, instrumentistas, mecânicos…) possuem informações limitadas dos riscos de processo.

O estudo de Hazop é um método e como tal exige que uma metodologia seja aplicada, para que os resultados (cenários reais de perdas de contenção) sejam identificados e seus riscos minimizados. Para tanto, foi descrito passo a passo o que devemos fazer para termos um sistema consistente e que traga resultados positivos (ausência de perdas de contenção) para o negócio, trazendo tranquilidade aos trabalhadores, investidores, seguradoras e órgãos governamentais.

Para a leitura deste livro, foi organizada uma sequência natural de aprendizado: a teoria de como se faz o Hazop com cenário SIL e a análise de grandes acidentes industriais, os quais são evitáveis com a aplicação adequada desta técnica. Finalmente, falo sobre dois assuntos que a equipe de Hazop deve procurar auditar regularmente, que são: fontes de ignição e gerenciamento de alarmes.

Veja a apresentação_da SafeIn Engenharia de Segurança de Processo